Autossabotagem: Será que você faz isso com você?


Infelizmente atitudes de autossabotagem são mais comuns do que imaginamos. Diluídas na correria do cotidiano, essas atitudes acabam sendo camufladas e subestimadas no poder destrutivo que têm sobre a vida em seus mais diversos aspectos.

Comportamentos recorrentes, nem sempre observados com a devida importância, como alimentar-se em excesso, duvidar das próprias capacidades ou manter-se em relacionamentos tóxicos, podem estar diretamente relacionados a autossabotagem. Dessa forma, é providencial a atenção para a necessidade de um olhar mais apurado sobre o que fazemos com nós mesmos. É preciso ir em busca de mudanças a partir de ações mais producentes. A Psicoterapia e a Constelação Familiar são grandes aliados no processo de autoconhecimento, evidenciando processos internalizados que retardam o desenvolvimento pessoal. Na natureza tudo está em movimento e observar o que nos prende, é deter a chave daquilo que pode nos libertar. Ou mudamos, ou tudo se repete!

Permita-se! Afinal, quem não merece ser feliz não é mesmo?


Destaque
Útimas Matérias